9 de mar de 2017

Ser mulher

Mônica Crema:

Ser mulher é...

Resistência, tanto dentro de si como por aí.
No peito, entramos em conflito com nosso corpo, nos conhecemos, nos aceitamos, nos amamos e nos realizamos. Na mente, criamos expectativas, somos realistas ou simplesmente sonhadoras. Na rua ou na roda de amigos, mostramos que lugar de mulher é onde ela quiser e ao mesmo tempo que andamos na rua com medo, mostramos para nós mesmas e para os outros o quanto o machismo é sério e precisa ser desconstruído.

Empatia, se colocar no lugar de outra mulher.
Uma amiga, parente ou desconhecida. Ver na outra uma companheira e não concorrente. Não somos psicólogas, mas damos conselhos. Somos um livro com infinitas histórias e vivências prontas para serem compartilhadas. Experiências boas ou ruins, mas que geram maturidade, cicatrizes da realidade ou simplesmente felicidade transbordada.

Amar, a si ou alguém.
É ver em outra mulher uma inspiração, mas descobrir que podemos ser nossa própria inspiração. O autoconhecimento é importante. É confiança que floresce dentro da gente. É saber que não precisamos seguir nenhum padrão, mas infelizmente ele ainda há e as vezes até nos entristece, mas temos que lembrar que somos únicas. Ter um parceiro é bom, mas não é obrigatório, da para se transbordar sozinha também.

Luta pelos direitos iguais.
Direito de dividir a conta em um encontro, ninguém é obrigado a pagar sozinho. Direito de ter o mesmo cargo que um homem e ganhar o mesmo salário. Direito de andar na rua sozinha e não sentir medo de ser assediada. Direito de liderar e ser dona de casa sendo respeitada. Direito de ter um filho ou nenhum, sem ser julgada.

Continuar lutando.
Dona de casa, enfermeira, mãe, médica, desenhista, caseira, artista, baladeira, publicitária, blogueira, designer, dentista e advogada... Todas temos algo em comum. Ruiva, morena, loira, cacheada, crespa ou lisa... Todas temos uma luta. Tímida, proativa, criativa, faladeira, sonhadora e surfista... Luta para que acima de tudo sejamos respeitadas. Independente da cor, etnia, corpo possamos seguir nos renovando, nos reencontrando, nos reconstruindo em nós mesmas e inspirando outras.

E por fim, ocupem o espeço de vocês, onde vocês quiserem.
<3 p="">Compartilhe seu pensamento, comente!
Beijos no coração de vocês, Cris :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário